- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
26.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -

Alunos do Gama participam de saída pedagógica em ação de combate à dengue

Alunos do Centro de Ensino Médio (CEM) 03 do Gama participaram nesta quarta-feira (27) de uma saída pedagógica para fortalecer o combate à dengue no Distrito Federal. A ação contou com cerca de 550 participantes, entre alunos das séries finais, profissionais da Educação, Saúde, Força Militar, Serviço de Limpeza Urbana e DF Legal, que se dividiram em pequenos grupos para a realização da vistoria feita ao redor da escola.

Sob a supervisão de profissionais da Educação, Saúde e dos bombeiros, os alunos saíram pelas ruas da comunidade para a realização de vistoria em busca de focos da dengue, bem como para a instrução sobre como prevenir a criação de focos do mosquito Aedes aegypti.

Sob a supervisão de diversos profissionais, estudantes realizaram uma vistoria ao redor da escola | Foto: Mary Leal, Ascom/SEEDF

Os estudantes foram orientados sobre como abordar os moradores e adentrar em uma residência, identificar focos de dengue e indicar as soluções a serem tomadas, conforme a necessidade do local.

A diretora do CEM 03 do Gama, Rosilene Nóbrega, explica que a ação, chamada de “pedágio pedagógico”, é uma forma de abordar, de maneira transversal e prática, o tema do combate à dengue. “Está sendo implantado em nosso currículo esse tema das arboviroses, de forma transversal, e também, dentro das nossas eletivas. Inclusive, já foi um dos temas da nossa redação. Foi assim que decidimos trabalhar esse tema em nossa unidade, fazendo com que os alunos se tornem multiplicadores em suas famílias e em suas comunidades”, conta.

O professor de língua portuguesa Lucas Nepomuceno enfatizou a necessidade da atividade que aborda um tema atual. “Nós falamos sobre isso em sala, cada professor com a sua abordagem. Hoje, aqui, nós colocamos em prática. Esse trabalho externo faz toda a diferença para os nossos alunos. Essas saídas são pedagogicamente estratégicas e, se bem conduzidas, com certeza geram bons resultados”, comenta.

A estudante Rebeca Oliveira vai compartilhar os ensinamentos com a família e amigos

Rebeca Oliveira, 17 anos, é aluna da unidade e conta como foi aprender em sala e depois aplicar em campo o conhecimento obtido. “Depois de aprender em sala, fico animada em participar dessa ação de combate à dengue fora da escola. Percebi o quanto é importante estarmos atentos e agirmos para evitar a proliferação do mosquito transmissor. Aprendi que pequenas atitudes, como eliminar recipientes que acumulam água parada, podem fazer uma grande diferença na prevenção da doença”.

Ação conjunta

As secretarias de Educação e de Saúde atuam em parceria para combater a dengue. As ações passam pelas inspeções nas escolas em busca de focos do mosquito e a realização de atividades pedagógicas para informar as crianças e jovens sobre a doença, como a que ocorreu no CEM 03 do Gama.

A Secretaria de Educação também elaborou orientações pedagógicas sobre o tema para serem divulgadas de forma permanente nas unidades escolares. O objetivo é ajudar o docente na elaboração do percurso pedagógico relacionados à mobilização permanente contra a dengue e outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.

*Com informações da Secretaria de Educação

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -