Home Distrito Federal Bombeiros do DF retornam de competição mundial com medalhas na mala

Bombeiros do DF retornam de competição mundial com medalhas na mala

0
Bombeiros do DF retornam de competição mundial com medalhas na mala

A equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) representante do Brasil na competição internacional Toughest Firefighter Alive (TFA) – conhecida como “Bombeiro Durão” –, retorna a Brasília na noite desta segunda-feira (11), com oito medalhas na mala.

A disputa simula os desafios da profissão no resgate de vítimas e a edição de 2024 ocorreu na cidade de Dhahran, na Arábia Saudita, entre os dias 4 e 9 de março. Reconhecida entre as melhores corporações do mundo, a equipe do CBMDF conquistou três medalhas de ouro, duas de prata e três de bronze.

Oito bombeiros militares integram a comitiva da corporação este ano: seis homens e duas mulheres | Foto: Divulgação/ CBMDF

Oito bombeiros militares integram a comitiva da corporação este ano: seis homens e duas mulheres. Entre eles, o único bombeiro militar das Américas sagrado campeão mundial na competição, o major da reserva Fabrício.

A equipe viajou para a competição em 1º de março e o desembarque no Aeroporto Internacional de Brasília está previsto para a noite desta segunda-feira (11). O desempenho do grupo foi destacado pela comandante-geral do CBMDF, coronel Mônica Miranda, que considerou a conquista um marco importante para a corporação e para a categoria.

“Esses militares são orgulho para o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, orgulho para a Secretaria de Segurança Pública, orgulho para Brasília, orgulho para o Brasil”

Mônica Miranda, comandante-geral do CBMDF

“Estamos muito felizes com a conquista da delegação na Competição ‘Toughest Firefighter Alive’ (TFA). Esses militares são orgulho para o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, orgulho para a Secretaria de Segurança Pública, orgulho para Brasília, orgulho para o Brasil”, reforça.

Premiação por modalidade

A corporação participa desse tipo de prova desde 1996. Na edição mais recente, em 2022, o CBMDF garantiu os primeiros lugares gerais no Aramco Firefighter Challenge

A abertura do evento ocorreu com a competição de subida de escadas, disputada no edifício de Ithra, na segunda-feira (4). A estrutura de 13 pavimentos, com vários pés-direitos duplos, torna a prova similar a um prédio de 22 andares.

Na modalidade, o bombeiro compete com equipamento de proteção individual (EPI) de incêndio e equipamento de proteção individual respiratória (EPR) nas costas, em busca do menor tempo.

Todos os atletas da delegação participaram da corrida. A sargento Luiza Velho levou o ouro pelo desempenho na prova, e a sargento Vanessa Rocha ficou com a prata. O subtenente Bernardo Viegas e o sargento R. Junior também conquistaram duas medalhas de bronze.

No revezamento, o CBMDF levou o ouro em uma disputa acirrada com apenas dois segundos de vantagem contra as equipes da República Tcheca (prata) e dos Estados Unidos (bronze).

Na disputa individual por categorias, a participação brasileira voltou a se destacar. A sargento Luiza Velho levou o ouro na categoria e terceiro melhor tempo feminino na prova. Na final, ficou com o bronze e garantiu a melhor classificação individual dos brasileiros na competição.

A corporação participa desse tipo de prova desde 1996. Na edição anterior, em 2022, o CBMDF garantiu os primeiros lugares gerais no Aramco Firefighter Challenge. O major Fabrício e a sargento Sara Gómez alcançaram o topo do pódio.

Fonte: Agência Brasília