Home Distrito Federal Cadastro de prestadores de serviços turísticos traz segurança a quem visita o DF

Cadastro de prestadores de serviços turísticos traz segurança a quem visita o DF

0
Cadastro de prestadores de serviços turísticos traz segurança a quem visita o DF

Desfrutar momentos alegres durante uma viagem de lazer ou nas férias é o desejo de qualquer pessoa, mas experiências negativas podem comprometer essa busca, e estão sujeitas a acontecer. Uma das formas de evitar situações desagradáveis é conhecer os prestadores de serviços de uma cidade, o que pode ser feito pelo programa Cadastur.

Sistema reforça a melhoria no atendimento aos turistas | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

O Cadastur é o sistema que legaliza, formaliza e organiza pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor de turismo. A utilização dessa ferramenta tem crescido ao longo dos últimos anos e vem se mostrando interessante para os fornecedores atraírem a confiança dos turistas, que, por sua vez, podem conhecer melhor os prestadores, descobrindo se são confiáveis. Esse cadastro é gratuito e pode ser feito pelo site especializado – o mesmo endereço é usado pelos turistas para buscar informações.

Os números mostram que a adesão ao Cadastur no DF tem sido exponencial. Lançado em 2020, o programa reuniu naquele ano 1.441 cadastros. Hoje, essa marca é de 10.369 prestadores de serviço – pessoas físicas e jurídicas –, o que representa um crescimento de 619%.

Benefícios

O programa atesta se uma empresa está legalmente cadastrada, mas não mede o grau de qualidade de um serviço. No entanto, propicia uma série de benefícios, tanto para o turista quanto para o prestador. Nesse último caso, permite ao fornecedor acessar financiamentos em bancos oficiais, obter apoio em eventos e feiras do Ministério do Turismo e a ter visibilidade nos sites do Cadastur e do programa Viaje Legal.

“O Cadastur é um instrumento vital para a promoção e regulamentação do turismo em nosso país, uma ferramenta que colabora para o desenvolvimento sustentável do setor turístico brasileiro”, avalia o secretário de Turismo, Cristiano Araújo. “Quando temos prestadores cadastrados e regularizados, demonstramos nosso compromisso com a qualidade e a segurança dos serviços oferecidos, atraindo assim um maior fluxo de visitantes e contribuindo para o crescimento econômico das regiões turísticas do Distrito Federal.”

O cadastro no programa é obrigatório para algumas atividades, como acampamento turístico, agência e guia de turismo, parque temático, organizadores de eventos, serviço de hospedagem e transportadora turística. Enquanto isso, é facultativo a restaurantes, bares, cafés e similares, além de parques aquáticos e empreendimentos de lazer, locadoras de veículos para turistas e casas de espetáculos, entre outros.

Segundo a Secretaria de Turismo (Setur-DF) e o Ministério do Turismo, a visibilidade oferecida pelo Cadastur é fundamental em um mercado competitivo. O site é a principal fonte de consulta para turistas em busca de serviços turísticos.

Fonte: Agência Brasília