- PUBLICIDADE -
14.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -

Curso prepara servidores para escolta e acompanhamento de adolescentes

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus-DF) abriu as inscrições para o 6º Curso de Escolta do Sistema Socioeducativo, com a temática Contenção e Isolamento de Crises em Unidades de Internação do Sistema Socioeducativo do Distrito Federal. Com 40 vagas, as inscrições poderão ser realizadas neste link até sexta-feira (17). O curso terá a carga horária de 216 horas e será certificado.

A capacitação será oferecida em parceria com a Escola Distrital de Socioeducação e a Diretoria de Serviço de Segurança, Transporte e Acompanhamento (Disstae), da Subsecretaria do Sistema Socieducativo. A sexta edição será realizada de 18 de julho a 12 de agosto, na base operacional da Disstae.

Entre os instrutores, estão servidores da carreira socioeducativa e profissionais convidados da área de direitos humanos, segurança pública, saúde | Foto: Sejus-DF

“A Sejus vem trabalhando ativamente para trazer melhorias à categoria socioeducativa. Esses servidores têm um papel muito importante na vida dos adolescentes internos. Acreditamos que esse curso será mais uma ferramenta para reforçar o trabalho que eles exercem”, disse o secretário de Justiça e Cidadania, Jaime Santana.

“A Sejus vem trabalhando ativamente para trazer melhorias à categoria socioeducativa. Esses servidores têm um papel muito importante na vida dos adolescentes internos. Acreditamos que esse curso será mais uma ferramenta para reforçar o trabalho que eles exercem”
Jaime Santana, secretário de Justiça e Cidadania

O curso é uma iniciativa de formação continuada orientada ao aprimoramento e aperfeiçoamento da atuação profissional dos servidores do sistema socioeducativo do Distrito Federal e de outros estados no que refere-se à realização de escolta e ao acompanhamento de adolescentes e jovens, bem como, em casos excepcionais, atuar na contenção, no controle e no isolamento de crises em unidades socioeducativas.

De acordo com o subsecretário do Sistema Socieducativo, Demontiê Alves, “o curso tem a finalidade de capacitar tecnicamente o servidor para que ele possa atuar com excelência durante as escoltas e estar apto para o gerenciamento de crise que possa existir nas unidades. Todo trabalho deve ter por base o fortalecimento da política de socioeducação com foco na garantia dos direitos humanos”.

Entre os instrutores, estão servidores da carreira socioeducativa e profissionais convidados da área de direitos humanos, segurança pública, saúde, etc.

*Com informações da Secretaria da Justiça e Cidadania

The post Curso prepara servidores para escolta e acompanhamento de adolescentes appeared first on Agência Brasília.

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -