- PUBLICIDADE -
15.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -

Dom Paulo celebra primeira missa como cardeal

Três dias após ser nomeado cardeal pelo Papa Francisco, o arcebispo de Brasília Dom Paulo Cezar Costa celebrou sua primeira missa em Taguatinga, na noite desta quarta-feira (1º). Realizada na Igreja São João Batista, na parte norte da cidade, a missa contou com a presença do governador Ibaneis Rocha e também marcou a despedida do padre Katê, uma importante liderança religiosa da região administrativa.

“O arcebispo (Dom Paulo) tem feito um grande serviço para nossa cidade. Ele vem nos ajudando bastante na questão da regularização dos templos e apoiando todas as religiões de Brasília”
Governador Ibaneis Rocha

A paróquia estava com os bancos todos ocupados para acompanhar um momento diferente. Primeiro, muitos fiéis puderam conhecer o sacerdote que está na Arquidiocese de Brasília há dois anos, mas que agora se tornou um dos 16 cardeais responsáveis por assessorar o papa. O anúncio foi feito no domingo (29) pela Igreja Católica. E, depois, a despedida do pároco mais conhecido da comunidade – estava há sete anos à frente da igreja e agora concorrerá a um cargo na eleição de outubro.

Ibaneis acompanhou a missa ao lado do secretário de Governo, José Humberto Pires, e do ex-deputado federal Tadeu Filippelli. E, ao final, comentou o importante papel que Dom Paulo tem exercido no DF. “O arcebispo tem feito um grande serviço para nossa cidade. Ele vem nos ajudando bastante na questão da regularização dos templos e apoiando todas as religiões de Brasília”, afirmou. “É uma alegria estar na presença dele e, agora, com essa importante missão que é ser cardeal da igreja católica”.

O governador Ibaneis Rocha comentou o importante papel que Dom Paulo tem exercido no DF e afirmou: “É uma alegria estar na presença dele e, agora, com essa importante missão que é ser cardeal da igreja católica” | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O governador ressaltou que os templos foram essenciais na dura luta contra a pandemia do coronavírus. “Esse acolhimento das igrejas fez com que a pandemia passasse de forma menos dura aqui. Igrejas permaneceram abertas e tivemos muitas famílias nesses espaços”, pontuou.

Reconhecido pelo trabalho social

O chefe do Executivo local também desejou sorte ao padre Katê, que há 25 anos exerce o sacerdócio no DF, tendo passado também por Samambaia. “O padre Katê encerra seu sacerdócio na igreja, mas parte nesse momento para outro sacerdócio que é a política. Segue em busca de ajudar as pessoas. Desejo sucesso na caminhada dele”.

Aos 57 anos, o padre Antônio Francisco Gomes Barros, chamado de Katê, veio do Maranhão para o DF há três décadas. Conhecido pelo trabalho social com famílias carentes e na Pastoral Carcerária, foi bastante aplaudido pelos presentes. “Agradeço muito a presença do governador Ibaneis, que tanto tem ajudado toda nossa comunidade religiosa. A igreja é um lugar de refúgio, de muita fé e temos que mantê-las sempre bem-cuidadas”, finalizou.

Governador participa de missa celebrada por Dom Paulo em Taguatinga

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -