- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
19.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -

Incentivada pelo projeto Centelha, startup avalia mercado de reformas

O mercado de reformas residenciais no Brasil, em 2024, está vivenciando um período de notável evolução. Essa dinâmica é impulsionada por uma combinação de fatores como demandas dos consumidores, avanços tecnológicos e mudanças nas tendências de design. Uma análise deste cenário é feita pela startup Quanto Custa Reformar, uma das contempladas pelo programa Centelha, que no Distrito Federal está sob a gestão do Parque Tecnológico de Brasília (Biotic) e apoia projetos inovadores.

As vendas online de materiais de construção aumentaram consideravelmente, com um crescimento de 120% em 2020 em comparação com 2019, segundo a Associação Brasileira de Lojas Online. A tendência manteve-se forte no período pós-pandemia de covid-19. De acordo com uma pesquisa da Casa do Construtor em 2023, 63% dos entrevistados fizeram alguma reforma em suas casas.

Sócios da Quanto Custa Reformar, Fernando Henrique Neves e Nara Neves Bittencourt apostam na sustentabilidade e na modernidade em projetos para 2024 | Foto: Divulgação/Biotic

A sustentabilidade também é um fator-chave, com uma demanda crescente por reformas que visam à eficiência energética e ao uso de materiais sustentáveis. A Quanto Custa Reformar tem visto um aumento no número de acessos para estimativas de custos de reformas, demonstrando o interesse crescente nesse segmento.

Dados da Quanto Custa Reformar revelam que a reforma completa foi o tipo mais procurado, com 38,6% dos usuários simulando custos para projetos abrangentes. Reformas pontuais, como a renovação de banheiros e cozinhas, também são muito demandadas.

O mercado de reformas residenciais em 2024 é marcado pelo otimismo, impulsionado pelo déficit habitacional e pela evolução das preferências dos consumidores. A necessidade de adaptar espaços residenciais às demandas contemporâneas e a possibilidade de investimento destacam a importância dessas reformas. A Quanto Custa Reformar oferece transparência e facilita o acesso a informações sobre custos e padrões de qualidade em reformas.

Reformas mais procuradas

O arquiteto Fernando Henrique Neves, sócio da Quanto Custa Reformar, destaca as tendências para 2024. Cozinhas modernas e banheiros transformados em refúgios de relaxamento lideram as preferências, com um foco em design contemporâneo, iluminação aprimorada e acabamentos sofisticados. Reformas pontuais, como a instalação de forro de gesso e mudanças estruturais, demonstram a busca por transformações significativas em ambientes específicos. Além disso, a crescente procura por soluções sustentáveis, como painéis solares, ressalta a preocupação com a eficiência energética.

Para ele, o mercado de reformas residenciais em 2024 reflete uma evolução nas preferências das famílias brasileiras, enfatizando a funcionalidade, modernidade e sustentabilidade. Este panorama evidencia a importância das reformas não apenas para atender às demandas atuais, mas também como uma oportunidade de valorização dos imóveis e melhoria da qualidade de vida.

*Com informações do Biotic

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -