Home Distrito Federal Ônibus das linhas de São Sebastião passam por vistoria preventiva

Ônibus das linhas de São Sebastião passam por vistoria preventiva

0
Ônibus das linhas de São Sebastião passam por vistoria preventiva

Todas as garagens de ônibus das empresas do transporte público coletivo do Distrito Federal recebem visitas periódicas dos fiscais da Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob-DF). Na última quinta-feira (7), a operação chamada Porta de Garagem ocorreu em uma das garagens da Viação Pioneira, em São Sebastião. A vistoria checou a situação de 108 veículos, 13 deles com alguns defeitos que foram solucionados no mesmo dia, antes do término da operação.

A operação Porta de Garagem é realizada pelos auditores fiscais da Subsecretaria de Fiscalização e Controle da Semob (Sufisa) | Fotos: Divulgação/Semob-DF

“A fiscalização é para que o transporte aconteça e o usuário tenha o serviço disponível”, explicou o secretário da Semob, Zeno Gonçalves, que acompanhou os trabalhos dos fiscais em São Sebastião. Segundo ele, quando um veículo está com defeito, a equipe de fiscalização aciona a empresa para que solucione o problema e o veículo volte o mais rápido possível para atender a linha. “A Semob atua de forma preventiva para fazer com que o transporte aconteça”, afirmou.

A operação Porta de Garagem é realizada pelos auditores fiscais da Subsecretaria de Fiscalização e Controle da Semob (Sufisa). Na ação, a equipe verifica os equipamentos obrigatórios, os itens de segurança, a estrutura do veículo, a limpeza e outros itens necessários para o bom funcionamento dos ônibus. O intuito é reduzir a possibilidade de veículos apresentarem defeitos quando estiverem em circulação.

O subsecretário da Sufisa, Junio Nicola, prevê pelo menos duas visitas por mês em 2024 às garagens das operadoras

De acordo com o diretor de Controle da Sufisa, Leonardo Norberto Tavares, os problemas mais comuns encontrados nos ônibus, durante uma vistoria, são defeito nos elevadores de embarque de cadeirantes, problemas elétricos nos limpadores de para-brisa, faróis e lanternas, além de pneus fora do limite de segurança estabelecido pelas fábricas.

“Normalmente, as operadoras atuam com suas equipes técnicas para resolução dos problemas de imediato, mas, caso não consigam resolver, o veículo pode ser lacrado e só é liberado quando o problema for resolvido”, explicou o diretor.

A Operação Porta de Garagem será intensa este ano. O subsecretário da Sufisa, Junio Nicola, prevê pelo menos duas visitas por mês às garagens das operadoras. O objetivo é manter a frota com a maior qualidade possível. “A fiscalização é feita à noite, quando a maioria dos veículos já retornou às garagens e assim não interfere na operação”, disse o subsecretário.

*Com informações da Semob-DF

Fonte: Agência Brasília