- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
26.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -

Operação Átria: Polícia Civil do DF prende 360 pessoas por crimes contra mulheres

Entre os dias 1º e 29 de março, o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) realizou a Operação Átria, com o objetivo de intensificar o combate à violência contra a mulher. Desenvolvida em todo o território nacional, a ação foi coordenada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e articulada com as secretarias de segurança pública estaduais e do Distrito Federal, com apoio das forças de segurança.

A atuação da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) se deu por meio de ações como apuração de denúncias de crimes de violência contra mulheres realizadas pelo canal 197 e via disque 180; realização de visitas e diligências com vistas ao atendimento às vítimas de violência; cumprimento de mandados judiciais de prisões, específicos de crimes de violência contra a mulher (estupros, lesão corporal, ameaça, assédio sexual, importunação sexual, violência psicológica, feminicídios); instauração de procedimentos policiais e representação pelas medidas judiciais cabíveis no âmbito da operação; e promoção de outras ações com viés preventivo e de enfrentamento aos crimes de violência contra mulheres, como a realização de palestras e ações sociais diversas.

A atuação da PCDF se deu por meio de ações como apuração de denúncias de crimes de violência contra mulheres realizadas pelo canal 197 e via disque 180 e de outras ações | Foto: Divulgação/ PCDF

Ao todo, a PCDF realizou 360 prisões, sendo 314 em flagrante delito, 41 por cumprimento de mandado de prisão preventiva e cinco por prisão temporária. Foram cumpridos 34 mandados de busca e apreensão e 46 mandados de prisão cautelar pelas equipes policiais. Catorze armas de fogo foram apreendidas, além de 473 munições de calibres diversos e 16 armas brancas.

No período, foram apuradas 299 denúncias, realizadas 372 diligências, com o resgate de 27 vítimas. Para tanto, foi empregado um efetivo de 246 policiais e 86 viaturas, resultando no registro de 1.523 ocorrências policiais, instauração de 1.325 inquéritos, 451 concluídos, e o encaminhamento ao Judiciário de 1.286 Medidas Protetivas de Urgência.

Destacam-se também iniciativas com escopo preventivo, educativo e de conscientização ao enfrentamento à violência contra a mulher implementadas por meio de palestras, ações sociais e de panfletagem junto às comunidades e em locais com grande movimentação e concentração de pessoas.

Átria é o nome da principal estrela da constelação Triângulo Austral, do Hemisfério Estelar Sul. De coloração alaranjada, a estrela consta na bandeira do Brasil. Em alusão à posição de destaque da estrela, o nome dado à operação ilustra a ideia de reposicionar mulheres em situação de violência, retirando-as dessa condição.

*Com informações da PCDF

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -