- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
20.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -

Com aporte de R$ 15 milhões, DF terá mais 20 mil lâmpadas LED até março

Endereços de Samambaia, Park Way, Lago Sul, Jardim Botânico, São Sebastião, Gama, Plano Piloto, Ceilândia, Santa Maria, Vicente Pires e Paranoá serão beneficiados por contratos assinados no fim de 2023

Com a orientação do governador Ibaneis Rocha de substituir todo o parque de iluminação pública até 2026, a Companhia Energética de Brasília (CEB) tem intensificado os trabalhos para executar os investimentos na substituição das luminárias convencionais por modelos em LED, tanto os oriundos da Secretaria de Obras e Infraestrutura do Distrito Federal (SODF) quanto os decorrentes de emendas parlamentares e de recursos das administrações regionais. Vias importantes, como os novos viadutos do Sudoeste e de Sobradinho e o Túnel Rei Pelé, em Taguatinga, contam com a iluminação de alta qualidade proporcionada pelas luminárias em LED.

Em dezembro de 2023, foram fechados 42 contratos de eficientização, um investimento de mais R$ 15 milhões para substituição de outras quase 20 mil lâmpadas até março de 2024. O exercício de 2023 foi encerrado com mais de R$ 45 milhões destinados à instalação de mais de 34 mil luminárias de LED. Desse total, já foram executados R$ 29,7 milhões, destinados à instalação de mais de 34 mil luminárias de LED em diversas regiões administrativas.

O presidente da CEB, Edison Garcia, ressalta que o esforço concentrado para executar os contratos assinados demonstra o empenho da empresa em melhorar a iluminação do DF. “É extremamente importante agilizar o processo de substituição de lâmpadas convencionais por LED. Cada quadra, comercial ou residencial, importa para melhorar a qualidade de vida da população local”, diz.

Diversas regiões administrativas serão beneficiadas pelos contratos de eficientização assinados no final do ano: Samambaia, Park Way, Lago Sul, Jardim Botânico, São Sebastião, Gama, Plano Piloto, Ceilândia, Santa Maria, Vicente Pires e Paranoá.

Mais de 20 quadras do Plano Piloto também receberão iluminação de LED via recursos de emendas parlamentares. Na Asa Norte, serão contempladas as quadras comerciais da 702 até a 710, além das quadras residenciais 306, 110,112, 313 e 116. Na Asa Sul, serão instaladas LEDs na 104, 304, 112, 113, 114 e na entrequadra da 112/113.

“Essa eficientização é valiosa para a população que mora e circula pela região, pois proporciona mais segurança e qualidade de vida”, afirma o administrador do Plano Piloto, Valdemar Medeiros.

As luminárias com tecnologia LED – lâmpada brancas – garantem melhor qualidade de iluminação e aumentam a sensação de segurança da população. “Lugares que já investiram em iluminação de LED perceberam redução do índice de violência. É isso que queremos na nossa cidade: pessoas mais seguras principalmente mulheres e crianças”, destacou Garcia

Além da qualidade, as luminárias modernas permitem a redução de gasto com energia, com uma economia que pode chegar a 50%. Garcia explica que a modernização das luminárias terá um grande impacto econômico “Hoje, a conta de energia do governo está na faixa de R$ 180 milhões a R$ 200 milhões por ano. A gente pode alcançar cerca de R$ 80 milhões a R$ 100 milhões de eficiência fazendo com que essa conta caia consideravelmente para investirmos esse valor”, detalha.

O presidente da CEB também destaca que a iluminação de qualidade deve beneficiar todas as pessoas que moram ou frequentam o Distrito Federal. “É natural que as pessoas se sintam mais seguras em ambientes mais claros. Melhora o patrulhamento policial, permite a utilização de todos os espaços públicos como praças e parques e facilita a locomoção de idosos e pessoas com deficiência”, aponta.

A moradora do Paranoá Luciana Matos, 32 anos, afirma que a iluminação em LED ajuda muito na segurança pública. “Tem muita gente que chega do trabalho depois que escurece, crianças que voltam da escola à noite e idosos com dificuldade de locomoção que precisam
enxergar onde estão caminhando. A cada poste que a CEB coloca, todo mundo comemora”, conta.

O morador de Água Claras, Melquides Siqueira, 72, costuma andar de bicicleta na região e agora estará muito mais seguro: “Antes isso aqui era uma escuridão, agora ficou tudo claro e bonito”.

A iluminação nova também alegrou outro morador de Águas Claras, Sumio Motshiima, 82. “Eu moro aqui há mais de 50 anos e sempre foi muito escuro. A gente tem medo dos criminosos”, diz.

A ação faz parte do programa Luz que Protege que pretende trocar toda a iluminação pública do Distrito Federal por LED.

*Com informações da CEB Ipes

Fonte: Administração Regional do Plano Piloto

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -