- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
24.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -

Posto Cadastro Único: 30% dos usuários agendados faltam aos atendimentos

Dados da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) mostram que, de janeiro a dezembro de 2023, 28,55% dos usuários agendados nos 13 postos da Organização da Sociedade Civil (OSC) Instituto Mãos Solidárias — unidades de apoio no preenchimento e atualização do Cadastro Único — não compareceram nos atendimentos. O indicador demonstra a necessidade de maior planejamento por parte dos cidadãos, de modo que não prejudique o acesso à garantia de direitos.

Nos postos do Instituto Mãos Solidárias é possível fazer atualização e inclusão de informações do Cadastro Único, porta de entrada em programas como o Bolsa Família e a tarifa social de energia elétrica | Foto: Divulgação/Sedes

Ao todo, foram 79.832 abstenções no ano passado. A quantia não reflete, necessariamente, o número de pessoas faltantes, considerando que o mesmo cidadão poderia se ausentar mais de uma vez no atendimento. Proporcionalmente, o posto com maior número de faltas no período foi o de Taguatinga, com 32,76%, e o com o menor número foi o de São Sebastião, com 23,88%.

Veja, abaixo, o número de faltas por região administrativa.

→ Brazlândia: 3.620
→ Ceilândia: 13.020
→ Estrutural: 5.405
→ Gama: 5.194
→ Paranoá: 5.916
→ Planaltina: 7.432
→ Recanto das Emas: 4.731
→ Riacho Fundo: 4.588
→ Samambaia: 7.268
→ Santa Maria: 4.063
→ Sobradinho: 4.852
→ São Sebastião: 3.093
→ Taguatinga: 7.030
→ Plano Piloto* (funcionou até 27/7/23): 3.620

Houve a necessidade de aumentar em 30% o número de vagas de atendimento nos postos de Cadastro Único. Se um entrevistador abria dez vagas pelo plano de trabalho, hoje ele abre 13 para atingir a meta de atendimento estabelecida com a OSC.

“Sabemos que, por vezes, compromissos agendados são impactados por eventualidades. No entanto, é crucial que as famílias se planejem para não perder os atendimentos, tendo em vista que as vagas não são ilimitadas. Isso garante que possamos aproveitar, da melhor forma possível, o suporte necessário à comunidade e a garantia de direitos”, diz a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

Atendimento

Para agendar atendimento no posto Cadastro Único Mãos Solidárias, os cidadãos têm três opções: ligar para a Central 156, acessar o site de agendamento pela manhã ou ir ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo, observando a disponibilidade de vagas e horário de atendimento das unidades.

O Instituto Mãos Solidárias não efetua inclusão em programas e benefícios socioassistenciais — essa atribuição cabe às unidades de assistência social pública do DF. Seu foco é a atualização e inclusão de informações do Cadastro Único, a porta de entrada em programas do governo federal, como o Bolsa Família e tarifa social de energia elétrica.

A parceria com a instituição, iniciada em 2022 por meio de contrato com a Sedes, teve como objetivo principal a diminuição da demanda nas filas dos Cras. Em 2022, foram prestados 46.134 atendimentos, e esse número aumentou para 175.588 em 2023.

*Com informações da Sedes

 

The post Posto Cadastro Único: 30% dos usuários agendados faltam aos atendimentos appeared first on Agência Brasília.

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -