- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
24.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -

Projeto “TRE em Todo Lugar” realizou mais de 12 mil atendimentos na Bahia em 2023

O projeto TRE em Todo Lugar concluiu suas atividades em 2023, totalizando 12.548 atendimentos em todo o estado da Bahia. Entre os serviços prestados, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) registrou 5.337 alistamentos eleitorais, 2.988 transferências, 4.214 revisões e nove emissões de segundas vias do título de eleitor. Durante o período de agosto a dezembro do ano passado, foram visitados 30 municípios e 12 bairros da capital baiana. Para 2024, a previsão é visitar mais 27 cidades até o dia 8 de maio, quando encerra o prazo para tirar o primeiro título de eleitor ou regularizar o cadastro eleitoral.

De acordo com a Comissão de Atendimento Descentralizado, o projeto contemplou as cidades de: Buerarema, Camamu, Candeias, Castro Alves, Coaraci, Eunápolis, Eunápolis, Ilhéus, Itabuna, Itamaraju, Itambé, Ituberá, Macarani, Muritiba, Nazaré, Porto Seguro, Porto Seguro, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, São Francisco do Conde, São Tomé de Paripe, Ubatã, Ubaitaba, Ubaitaba, Valença, e Vitória da Conquista.

Na capital baiana, o caminhão percorreu os bairros da Liberdade, Plataforma, Pero Vaz, Cabula, San Martin, Nazaré, São Tomé de Paripe, Pernambués, Itapuã e São Caetano. As ilhas de Maré e Bom Jesus dos Passos, pertencentes ao município de Salvador, também foram contempladas pela ação itinerante do TRE baiano.

Durante os atendimentos itinerantes, os eleitores puderam cadastrar dados biométricos, solicitar o alistamento eleitoral (1º título), revisar dados eleitorais, regularizar a situação eleitoral, além de consultar débitos com a Justiça Eleitoral, alterar o local de votação, emitir certidões e outros serviços.

Sobre o TRE em Todo Lugar

Resultado de parceria entre o TRE baiano, a Federação das Indústrias da Bahia (Fieb) e outras instituições, o projeto “TRE em Todo Lugar” tem o objetivo de levar os serviços eleitorais a diferentes regiões do estado, e também bairros da capital. A ação pode ocorrer por meio de caminhões adaptados ou instalações temporárias em escolas ou outra locação viável, visando atender especialmente o público impossibilitado de comparecer aos postos fixos e/ou sem acesso à internet.

Fonte: TRE-BA

Fonte: Portal CNJ – Agência CNJ de Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Comentários

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -